Seguidoras

Quem sou eu

Minha foto
SAO JOSE DOS CAMPOS, SAO PAULO, Brazil
Um ser em transformação.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

A MATEMÁTICA DO EMAGRECIMENTO

Emagrecer, perder peso, ver os números da balança diminuírem. Um cenário perseguido pela grande maioria da população que hoje é formada por obesos e indivíduos com sobrepeso leve ou moderado.
Dentro de uma sociedade sedentária e que, cada vez come mais calorias e menos nutrientes, não seria de se esperar outra coisa. Estamos morrendo pela boca.

Assim como o cigarro, uma má alimentação mata lenta e cruelmente. As doenças geradas por uma nutrição desregrada vão desde doenças de pele até o diabetes, pressão alta e doenças cardíacas, essas sim geralmente fatais.

Então o que fazer? Na minha opinião em primeiro lugar precisamos entender o básico sobre alimentação e nutrientes. Ensine aos seus filhos. Comer não pode ser somente pelo prazer. A função primordial da alimentação é nutrir nossos corpos e mentes com vitaminas e minerais, também conhecidos como micronutrientes e carbohidratos, proteínas e gorduras boas, os macronutrientes.

Sabe-se que as vitaminas e minerais são fundamentais para um bom funcionamento do organismo como um todo e do sistema imunológico principalmente e isso deve ser levado em consideração em qualquer tipo de dieta.

Por outro lado, o ponto chave para emagrecer de fato é o controle das calorias. Vitaminas e minerais não contém calorias.

Ou você come mais do que queima e engorda ou vice-versa. É simples como a matemática primária. E mais, numa estratégia de emagrecimento, é muito mais fácil e simples reduzir a ingestão calórica do que tentar queimar mais calorias. Raciocine comigo: Mais fácil deixar de comer um sanduíche de 500kcal ou fazer uma aula de spinning de 1 hora para queimar essa mesma quantidade?

Assim sendo vamos aprofundar nossa análise. Nem todas as calorias são iguais. Lembra da pirâmide alimentar? Você tem nela os alimentos energéticos e construtores. Carbohidratos como as frutas, pães, arroz, macarrão, batata, entre outros são a fonte principal de energia do corpo.

As gorduras provenientes da manteiga, óleos, gorduras das carnes, entre outras, também são fontes de energia mas o corpo prefere armazena-las do que queima-las. Alguém dúvida disso?

Finalmente temos os alimentos construtores. Sim, são as proteínas, encontradas no leite e derivados, carnes, ovos e suplementos concentrados. Esse tipo de nutriente forma e reconstrói os tecidos do corpo. Músculos, pele, cabelos, unhas, órgãos vitais.... tudo formado por proteínas.

Elaborando ainda mais essa análise chegamos a conclusão que se você quer emagrecer com saúde, alimente-se mais com proteínas de boa qualidade para manter seus tecidos em ordem e reduza a ingestão de calorias provenientes de alimentos energéticos.

Essa atitude educa seu corpo a buscar a energia que ele precisa na reserva de gordura que todos nós temos especialmente aonde não queremos: abdômen, cintura e quadris, basicamente.

De fato a natureza humana é muito eficiente em armazenar. Questão de sobrevivência, afinal muito pouco de nossa genética mudou desde o homem das cavernas que precisava caçar para se alimentar e muitas vezes passavam dias sem comer.

Com aplicação da ciência da boa nutrição, qualquer um pode emagrecer. Veja bem, não discutiremos aqui aqueles privilegiados que emagrecem mais facilmente. Isso é o biótipo de cada um e precisamos nos concentrar em nós mesmos apenas.

Finalmente, falando em calorias, pense que, 1g de carbohidrato de 4kcal, 1g de proteína também tem 4kcal mas 1g de gordura tem 9kcal e vai diretamente para o reservatório ao redor do seu umbigo.

Se 1 + 1 continua a ser 2, então meus caros amigos e amigas, comece a comer menos gorduras, mais proteínas e modere sua ingestão de carbos. Esse é caminho mais curto, simples e eficiente para o emagrecimento saudável e a manutenção do peso. Boa sorte!

Um pouco de matemática para traçar seu plano de emagrecimento

1. Qual é a sua taxa de metabolismo basal (TMB)?
A TMB revela quanto o seu organismo gasta em repouso para manter as funções vitais, como os batimentos cardíacos e a respiração, sem levar em consideração as atividades diárias. Para calculá-la, utilize a fórmula proposta pela Organização Mundial da Saúde.

Para as mulheres:
· De 10 a 18 anos: 12,2 X peso (kg) + 746
· De 18 a 30 anos: 14,7 X peso (kg) + 496
· De 30 a 60 anos: 8,7 X peso (kg) + 829
· Acima de 60 anos: 10,5 X peso (kg) + 596

Para os homens
· De 10 a 18 anos: 17,5 X peso (kg) + 651
· De 18 a 30 anos: 15,3 X peso (kg) + 679
· De 30 a 60 anos: 8,7 X peso (kg) + 879
· Acima de 60 anos: 13,5 X peso (kg) + 487

Exemplo:
Uma mulher de 31 anos, com 1,68 m e 69 kg, que trabalha sentada e não pratica atividade física regularmente.
8,7 x 69 kg + 829 TMB = 1.429,3

2. Qual é o seu fator de atividade (FA)?
Agora, calcule o quanto o seu corpo gasta para manter o seu peso atual, levando em conta a sua rotina de atividades físicas. Consulte a tabela abaixo e procure o número relativo ao seu perfil.

Valores de FA:
· 1,2: Fica a maior parte do tempo sentada e não pratica atividades físicas programadas.
· 1,3 (homens - 1,4): Dia-a-dia movimentado - dirige, cozinha, caminha até o ponto de ônibus, mas sem atividades físicas programadas OU dia-a-dia sedentário e exercícios físicos três vezes por semana, cerca de 30 minutos por dia.
· 1,45 (homens - 1,5): Dia-a-dia movimentado e atividades físicas três vezes por semana, cerca de 30 minutos por dia.
· 1,5 (homens - 1,6): De uma a duas horas e meia de atividades físicas diárias.
· 1,7 (homens - 1,8): Atividade física diária por mais de três horas.

3. Qual é a sua necessidade diária de energia?
Para descobrir quantas calorias o seu organismo necessita diariamente basta multiplicar a sua taxa de metabolismo basal pelo fator de atividade (TMB X FA).

Exemplo: (TMB) x (FA)
1.429,3 x 1,2 = 1.715,16 calorias

4. Trace o seu plano de emagrecimento
Para emagrecer 1 kg, é preciso deixar de ingerir 7.700 calorias. "Claro que em um único dia isso é impossível", diz Daniela. No exemplo citado acima, onde a necessidade diária é de 1.715,16 calorias, se a pessoa adotar um cardápio de 1.200 calorias diárias, ela deixará de fornecer ao organismo 515,16 calorias por dia.

O cálculo é o seguinte:
Necessidade diária - calorias da dieta = número de calorias economizadas

5. Dias necessários para secar 1 kg sem sacrifício
Valor necessário para emagrecer 1 quilo divido pela quantidade de calorias de economia diária
7.700 / 515,16 = 15 dias aproximadamente

1 INCENTIVOS:

Quem acredita, sempre alcança!! disse...

nossa que interessante!! amei ....
fiz o meu calculo são 11 dias para 1 kg , o bom seria se fosse metade kkk

beijokas =**

Postar um comentário

Obrigada por Comentar...
Vocês são minha Força. Beijos